web analytics
Em destaquePara o Público

Olimpíadas: Disfunções Tireoidianas e os Esportistas

By 8 de agosto de 2016 julho 13th, 2020 No Comments

Nos meses de agosto e setembro o mundo voltará às atenções para o esporte. Com isso, alguns assuntos relacionados à saúde e, principalmente, tireoide voltam à tona. Uma delas é a questão da prática de atividade física por pessoas com disfunção tireoidiana.

Já durante a Copa do Mundo de 2014, a questão foi colocada em pauta pelo Departamento de Tireoide da SBEM. Durante a campanha do Dia Internacional da Tireoide, a entidade procurou tirar as dúvidas e ressaltar que ter disfunção tireoidiana não impede o indivíduo de ser atleta, inclusive de alta performance.

Um dos tópicos discutidos na época e esclarecido pelo Dr. Mario Vaisman, membro do Departamento de Tireoide, foi a questão do risco de doping, que o especialista desmistificou. 

“Havia um mito de que pacientes que têm hipotireoidismo não poderiam ser tratados por conta do risco do doping. Porém, isso não tem fundamento. Esses pacientes devem ser tratados e podem ser atletas sim, desde que estejam realizando o tratamento correto.”

“A pessoa não precisa deixar de ser atleta por ter disfunção tireoidiana. Ela precisa tratar e normalizar sua condição”, completou.

Para conferir o vídeo completo sobre o tema acesse o link.