web analytics
Área CientíficaEm destaque

Estudo Brasileiro: Déficit Nutricional de Iodo e Selênio em Crianças

By 27 de abril de 2021 julho 27th, 2021 No Comments

Um novo estudo brasileiro avaliou o estado nutricional de selênio em crianças e adolescentes de escolas públicas da Bahia. A pesquisa foi realizada no Departamento de Biorregulação da Universidade Federal da Bahia e, recentemente, publicada na National Library of Medicine (Endocrine. 2021; doi: 10.1007/s12020-021-02681-6), mostrando que uma parcela dos indivíduos avaliados estava exposta ao déficit nutricional de iodo e selênio, simultaneamente.

A avaliação ocorreu em 982 estudantes, com idade entre 6 a 14 anos, matriculados em escolas públicas de 5 microrregiões distintas do estado da Bahia, incluindo Salvador e cidades situadas no recôncavo e oeste do estado.

Foram analisadas variáveis sociodemográficas, antropométricas, TSH, além das concentrações urinárias de selênio e iodo pelo método de espectrometria de massa por plasma acoplado indutivamente (ICP-MS) – considerado padrão ouro para este tipo de análise.

Embora a deficiência de selênio e iodo, simultaneamente, tenha sido observada em uma minoria dos participantes (3.9%), o estudo mostra importante correlação entre os níveis de selênio e iodo urinário, sugerindo que a carência de selênio possa ser um problema adicional em populações vulneráveis e com maior risco de iodo-deficiência.

Diante da importância do micronutriente, a pesquisa ainda sugere que os programas de monitoramento que abordam a prevenção de distúrbios nutricionais possam incluir o selênio nas suas análises.

Monitorar o estado nutricional de micronutrientes essenciais para a tireoide é crucial para a saúde populacional.