web analytics
Artigos

Disfunções da Tireoide em Crianças e Adolescentes

By 9 de julho de 2021 No Comments

É muito comum as alterações na tireoide se manifestarem em adultos, mas elas podem surgir em qualquer etapa da vida. Apesar de ser mais frequente na vida adulta, crianças e adolescentes não estão imunes ao aparecimento de disfunções tireoidianas, como hipotireoidismo e hipertireoidismo, podendo nascer – inclusive – sem a glândula da tireoide.

Os hormônios tireoidianos têm um papel fundamental no desenvolvimento e crescimento infantil. Tanto a falta quanto o excesso desses hormônios podem trazer consequências para a saúde óssea da criança.

A deficiência pode levar à diminuição do crescimento dos ossos, enquanto o excesso a um processo mais acelerado. Por isso, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado são fundamentais para evitar prejuízos no crescimento ósseo, no desenvolvimento e na estatura final da criança.

Hipotireoidismo Congênito

Um dos distúrbios da tireoide mais comuns na infância é o Hipotireoidismo Congênito (HC), quando a deficiência de hormônio tireoidiano é detectada logo após o nascimento. O HC é a principal causa de deficiência mental passível de prevenção no mundo.

O diagnóstico é feito através do Teste do Pezinho, exame que faz parte do Programa de Triagem Neonatal e deve ser realizado nos primeiros dias de vida do recém-nascido (entre terceiro e quinto dia).

Nódulos da Tireoide na Infância

A grande maioria dos nódulos encontrados na tireoide são benignos. É mais comum surgirem em adultos do que em crianças ou adolescentes. No entanto, mesmo menos frequentes na infância, quando são encontrados o risco de ser maligno é maior. É preciso atenção porque cerca de 25% dos casos precisam ser acompanhados, com bons resultados.

Os tipos mais comuns de câncer da tireoide nessa fase da vida são o câncer papilar e o câncer folicular. A causa, na maioria das vezes, é a exposição à radiação de tratamentos de outros tipos de câncer. Por outro lado, cânceres da tireoide em crianças e adolescentes são tratáveis e o prognóstico, na maioria dos casos, é bom.

Principais Sinais e Diagnóstico

Os sintomas das alterações tireoidianas durante a infância são os mesmos que acometem os adultos. No hipotireoidismo, cansaço, sonolência, constipação etc. No hipertireoidismo, irritabilidade, falta de concentração, mãos trêmulas etc. Mas em crianças e adolescentes, problemas no crescimento e no desenvolvimento puberal podem chamar a atenção.

O diagnóstico também é feito da mesma forma que é feito nos adultos, diferenciando apenas no Hipotireoidismo Congênito. São exames de sangue que avaliam a função tireoidiana, exames físicos e ultrassonografias, quando necessário.

Consequências e Riscos

Sem o diagnóstico precoce e o tratamento correto das doenças da tireoide na infância, podem surgir problemas como déficits neurológicos, no desenvolvimento da fala e também da aprendizagem da criança (hipotireoidismo); além de problemas no coração como arritmias cardíacas e sintomas de ansiedade (hipertireoidismo).