SBEM
Departamento de Tireóide

Departamento de Tireoide
da Sociedade Brasileira
de Endocrinologia e Metabologia

Destaques

Notícias

Nova Diretoria Assume em Janeiro

Durante o 31º CBEM, foram realizadas as eleições para a gestão 2015/2016 para a Diretoria da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), bem como seu Conselho Fiscal e Departamentos. À frente do Departamento de Tireoide estará a Dra. Gisah Amaral (foto). Confira os outros integrantes da chapa.

Leia Mais

10 Coisas Sobre Tireoide

Com forma bem parecida com a de uma borboleta, a glândula tireoide é localizada na parte anterior do pescoço. Quando ela não funciona de maneira correta, pode liberar hormônios em quantidade insuficiente, causando o hipotireoidismo,  ou em excesso, ocasionando o hipertireoidismo. Confira as 10 coisas que você precisa saber sobre tireoide.

Leia Mais

Tireoide no CBEM 2014

A trigésima primeira edição do Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia aconteceu em Curitiba (PR), entre os dias 5 e 9 de setembro. O CBEM 2014 reuniu 4 mil participantes. Na ocasião, houve, ainda, a eleição para a Diretoria da SBEM, Conselho Fiscal e Departamentos para a gestão 2015/2016.

Leia Mais

Os Atletas e as DisfunçõesTireoidianas

Em ano de Copa do Mundo os olhares de diversas pessoas no planeta estão voltados para diversos jogadores em nosso país. Contudo, bate a dúvida: será que atetlas com disfunções tireoidianas podem participar de competições? O Dr. Mario Vaisman fala sobre o assunto e revela alguns mitos. Confira o vídeo. 

Leia Mais

Notícias

Resultados do Dia Internacional da Tireoide

Este ano, o Departamento de Tireoide da SBEM organizou uma importante campanha pelo Dia Internacional da Tireoide. O trabalho foi realizado nos meses de abril e maio. Veja alguns resultados alcançados.

Leia Mais

Eventos

<      >

Distúrbios

16/05/2008 Tireoidite

A tireoidite é um conjunto de doenças inflamatórias que afetam a glândula tireóide. Em alguns casos, o paciente sente dores, mas em outros são os sintomas básicos do hipertireoidismo ou do hipotireoidismo. As tireoidites são:

Tireoidite subaguda (ou tireoidite de Quervain): Não tem causa conhecida e resulta em um aumento doloroso da glândula e na liberação de grandes quantidades de hormônio no sangue.

Tireoidite pós-parto: Cerca de 5 a 10% das mulheres manifestam hipertireoidismo leve a moderado alguns meses após o parto. Nesses casos, o distúrbio costuma durar de um a dois meses e, freqüentemente, é seguido por vários meses de hipotireoidismo antes do organismo se normalizar espontaneamente. Entretanto, em alguns casos, a tireóide não se recupera, e o hipotireoidismo se torna permanente, sendo necessária a reposição hormonal ao longo da vida.

Tireoidite silenciosa: O hipertireoidismo transitório pode ser causado por uma tireoidite silenciosa, uma condição que parece semelhante à tireoidite pós-parto, mas não está relacionada à gestação e não é acompanhada de dor na glândula.

Tiroidite crônica (ou Tireoidite de Hashimoto): É uma moléstia auto-imune com a presença de auto-anticorpos que destroem o tecido tireoidiano. As manifestações da Tireoidite de Hashimoto são extremamente variáveis, podendo ser do tipo hipo, hiper ou eutireoidismo. O principal sintoma é a presença de um bócio indolor, que pode não aparecer no estágio avançado da doença.

Tiroidite fibrótica (ou Tireoidite de Riedel): Distúrbio fibro-inflamatório raro que pode causar hipotireoidismo. As lesões causadas pela tiroidite fibrótica podem piorar de forma lenta e progressiva se não forem tratadas. Em alguns casos, o tecido da tireóide pode ser totalmente destruído. Pacientes com este mal costumam sentir falta de ar, sensação de sufocamento e disfagia

 

imprimaImprima     envieEnvie por Email       Compartilhe: Delicious Delicious  google Google

Tópicos Relacionados

Distúrbios tireóide tireoidites

Opiniões dos Leitores

Topo Volta  © 2010 Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia - SBEM