SBEM
Departamento de Tireóide

Departamento de Tireoide
da Sociedade Brasileira
de Endocrinologia e Metabologia

Destaques

10 Coisas Sobre Tireoide

Com forma bem parecida com a de uma borboleta, a glândula tireoide é localizada na parte anterior do pescoço. Quando ela não funciona de maneira correta, pode liberar hormônios em quantidade insuficiente, causando o hipotireoidismo,  ou em excesso, ocasionando o hipertireoidismo. Confira as 10 coisas que você precisa saber sobre tireoide.

Leia Mais

Tireoide no CBEM 2014

A trigésima primeira edição do Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia aconteceu em Curitiba (PR), entre os dias 5 e 9 de setembro. O CBEM 2014 reuniu 4 mil participantes. Na ocasião, houve, ainda, a eleição para a Diretoria da SBEM, Conselho Fiscal e Departamentos para a gestão 2015/2016.

Leia Mais

Os Atletas e as DisfunçõesTireoidianas

Em ano de Copa do Mundo os olhares de diversas pessoas no planeta estão voltados para diversos jogadores em nosso país. Contudo, bate a dúvida: será que atetlas com disfunções tireoidianas podem participar de competições? O Dr. Mario Vaisman fala sobre o assunto e revela alguns mitos. Confira o vídeo. 

Leia Mais

Notícias

Resultados do Dia Internacional da Tireoide

Este ano, o Departamento de Tireoide da SBEM organizou uma importante campanha pelo Dia Internacional da Tireoide. O trabalho foi realizado nos meses de abril e maio. Veja alguns resultados alcançados.

Leia Mais

Notícias

Dia 25 de Maio é o Dia Internacional da Tireoide

Presidente do Departamento de Tireoide, Dra. Carmem Cabanelas, envia mensagem pelo Dia Internacional da Tireoide. O Departamento realizou diversas ações este ano, incluindo as redes sociais, como Facebook e Youtube.

Leia Mais

Eventos

<      >

Para Público

04/05/2011 Perguntas e Respostas: Exames

NovoAnti TPO

Passei com médico endócrinologista e ele suspeita q eu tenha hipertireoidismo, devido ao sintomas q apresento como: perda de peso, tremores, ansiedade, cansaço, além da minha mãe e primos também apresentarem problemas na tireoide. Fiz um exame, e apenas o Anti-Microssomal (Anti TPO) deu alterado, o valor normal seria < 35.0 UI/ml e o meu deu 103.0 UI/ml. Ainda falta o exame de ultrassonografia, mas já pode-se dizer que tenho hipertireoidismo? (Jacqueline)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: O hipertireodismo se caracteriza, laboratorialmente por níveis sanguíneos elevados de T4 e, na maioria das vezes, por níveis muito baixos de TSH. O fato do anticorpo antimicrossomal ter vindo positivo sugere doença autoimune tireóidea, mas não implica, necessariamente em disfunção da glândula, ou seja, hiper ou hipotireoidismo. Converse com seu médico.

NovoTireoidite
Tenho uma amiga que está doente e disse que tem tireoidite e que pode morrer a qualquer momento. Disse que essa doença não tem cura. Um dos últimos exames solicitados pelo endocrinologista apresentou o seguinte:

TPO, Anticorpos Anti
Resultado: maior 600,0 UI/mL

Valor de referência:
Normal: menor que 35,0 UI/mL
Elevado: maior 35,0 UI/mL

Vocês podem informar do que se trata de fato? Se for tireoidite, tem cura? Tem tratamento? Quais os sintomas? (Patrícia)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: A tireoidite é uma inflamação da tireoide. Pode ter causas autoimunes, virais ou bacterianas. As mais comuns são as autoimunes, o qual parece ser o caso de sua amiga, uma vez que os anticorpos anti-TPO estão positivos. O quadro não costuma ser grave e nem implicar em risco de morte. Costumeiramente, apresenta caráter crônico, podendo ou não ser acompanhado por sintomas. O endocrinologista deverá ser consultado para dirimir as dúvidas da paciente.

NovoEcografia Cervical 
Fiz uma ecografia cervical total e o exame diz que minha tireoide esta com lobo direito com 7,4mm e o esquerdo com 5,9mm. Queria saber se há algum risco ou é normal. (Celso)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Foi citada apenas uma medida de cada lobo tireóideo. No geral, para calcular o volume, são necessárias três medidas. De qualquer forma, as medidas citadas não chamam a atenção. Além da mensuração, são muito importantes outras características ultrassonográficas, tais como a ecotextura tireóidea e a presença ou não de nódulos. O laudo da ultrassonografia é insuficiente para uma avaliação tireóidea global, devendo o exame ser avaliado pelo médico que o solicitou.

NovoTeste do Pezinho
Meu bebê tem 2 meses. Ao nascer, ele fez o exame do pezinho, que apresentou uma alteração no hormônio da tireoide. Foi, então, encaminhado para UNICAMP para realizar um novo exame, que também apresentou alteração. Porém, ninguém me esclareceu nada e nem marcaram consulta médica para meu bebê. Procurei o pediatra do SUS, ele também nada fez. Meu filho está apresentando vários sintomas e eu não sei o que fazer. (Mariana)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: O teste do pezinho é um teste de triagem. Assim, quando ele dá alterado, as dosagens hormonais devem ser repetidas para confirmação. Os resultados dos exames realizados não foram enviados. Assim, não sabemos qual a alteração apresentada e nem qual a gravidade da mesma. Creio que o melhor a fazer é procurar o pediatra com urgência e conversar francamente com ele, expondo todas as suas dúvidas, e, dependendo do quadro clínico e do resultado hormonal do bebê, solicitar um encaminhamento com urgência para o endocrinologista. 

Carcinoma Anaplásico  
Gostaria de saber quais os exames de um modo geral para se chegar no diagnóstico de CA anaplásico de tireoide, e qual dentre estes exames é o mais especifico. (Tainá)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: O carcinoma anaplásico se constitui em quadro que deve ser avaliado com urgência, por profissional com experiência na área. A suspeita de carcinoma anaplásico surge quando o paciente apresenta história clínica sugestiva. O exame de ultrassonografia pode mostrar a extensão da massa tireoidiana, mas é a punção aspirativa por agulha fina, com análise citológica das lâminas obtidas, que pode indicar a natureza da lesão. Algumas vezes, a biópsia, com obtenção de porções maiores do tecido, é necessária para o diagnóstico definitivo.

TSH
Gostaria que me tirasse uma dúvida sobre os valores da tireoide. O meu (TSH) está em 10,261. Gostaria de saber quais os sintomas que causam quando o valor está fora do normal. (Wilman)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Os níveis elevados de TSH sugerem hipotireoidismo. Seria importante saber como está o nível do T4-livre, para avaliar qual a intensidade do quadro. As manifestações clínicas podem variar da ausência de sintomas à tendência de ganho de peso, intolerância ao frio, sonolência, pele seca, entre outras. Converse com o seu médico sobre o tratamento a ser indicado. 

Em 18 de abril fiz exame de TSH cujo valor foi de 2,7. Dia 21/07 fiz um novo exame e o resultado foi menos de 05. Pode num intervalo de tempo tão pequeno acontecer tal alteração? Faço uso de Amiodarona 100, cinco vezes por semana. Qual deve ser a minha conduta? (André Varga)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Várias são as alterações que a amiodarona pode causar nos hormônios tireoidianos. O endocrinologista assistente deverá ser contatado para, em conjunto com o cardiologista, tomada de conduta mais adequada.



Resultados
Tenho 29 anos e realizei uma bateria de exames para descobrir porque a metade de uma sobrancelha havia caído de repente. Estava comendo muito e engordei quatro quilos em menos de um ano. Além disso, estou muito cansada e memória falha, mesmo depois das férias. Atribuí tudo isso ao estresse ocupacional (síndrome da fadiga crônica). Mas entre os exames, o de anticorpos Anti TPO deu 233 U/ml. Levei um susto. Em contrapartida, meu TSH deu 2,58 m UI/ml e t4 deu 1,13ng/dl. Será que
estou com tireoidite de Hashimoto - mesmo com taxas hormonais normais? E os meus sintomas de hipotireodismo? É possível apresentar hipotireodismo com TSH e T4 normais? E este resultado dos Anticorpos Anti TPO, o que significa? (Sabrina)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: O anti-TPO positivo pode realmente significar tireoidite de Hashimoto. O exame deveria ser repetido. Além disso, seria interessante realizar uma ultrassonografia de tireóide. Caso se confirme a tireoidite de Hashimoto, esta pode sim ocorrer sem a presença de hipotireoidismo, embora este possa vir a ocorrer com o passar do tempo. De fato, os sintomas de hipotireoidismo podem se confundir com os da fadiga crônica, a qual ainda pode ser uma hipótese diagnóstica para justificar os sintomas relatados. Sugiro uma conversa com seu médico sobre a necessidade, ou não, baseada nos achados clínicos (os quais não estão aqui disponíveis), de investigar outros distúrbios hormonais, particularmente das grândulas adrenais.

Olá, gostaria de saber o que é Alteração textural tireoideana difusa? Apareceu na opinião do médico que avaliou o exame. (Cintia)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Quando existe uma “alteração textural difusa” da tireóide, ao exame de ultrassonografia, significa que todo o tecido da glândula está alterado. Existem algumas situações que podem cursar com este padrão ultrassonográfico. O diagnóstico final poderá ser realizado pelo médico assistente, que relacionará os achados do ultrassom com o quadro clínico e demais exames solicitados.  Atenciosamente, Gláucia.


Ultrassonografia
Tenho 37 anos e, ao fazer ultrassom da tireoide, ele apresentou alterações. Gostaria de obter mais informações. (Luciana)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Para informações mais específicas, seria necessário o fornecimento do tipo de problema encontrado. O exame de ultrassonografia costuma ser bastante sensível para detectar alterações do tecido da tireóide, ou seja, lesões orgânicas, tais como cicatrizes de problemas antigos, calcificações e nódulos, entre outras. Dependendo da alteração encontrada, outros parâmetros deverão ser avaliados para averiguar-se a necessidade de investigação adicional. Assim, converse com seu médico endocrinologista para esclarecer que tipo de alteração a foi encontrada na ultrassonografia, e a quais outros exames você deve se submeter.

Ausência do lobo
Fiz uma ultrassonografia da tireoide, e o médico examinador detectou ausência do lobo esquerdo, não visualizado. Isto é normal? Que conseqüências podem ocorrer? Pelo que tenho pesquisado, creio ter hipotireoidismo. Estou me sentindo perdida, pois me consulto com uma endocrinologista há anos e ela nunca pede exames. A neurologista que trata meu problema de coluna que pediu a ultrassom.
Agradeço caso possam me orientar de alguma forma. (Rosemary)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Rosemary, você apresenta, aparentemente, um quadro de hemiagenesia da tireoide. Este quadro não é frequentemente observado na população geral. Como, em geral, o problema é apenas a falta de um lobo tireóideo, restanto o outro normal, não costuma ocorrer disfunção (hipo ou hipertireoidismo) associada. Porém, embora infrequentes, outras doenças tireoidianas podem ocorrer concomitantemente. Assim, sugiro que você converse com sua endocrinologista sobre o achado na ultrassonografia e sobre a necessidade ou não de investigação hormonal.

Real Estado
Fiz exames de tireoide, pois tenho sentindo cansaço, palpitações e queda de cabelo. O TRH e o T3 estão dentro da  normalidade, porém meu T4 aumentou em 12,8. Devo considerar que tenho hipertireoidismo? (Thais)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Se foi realizado o T4 total, esta dosagem pode estar sofrendo a ação de interferentes tais como excesso de estrógenos, entre outros. Assim, seria um resultado que não refletiria seu real estado tireoidiano. Esta hipótese fica mais forte ao considerar-se a informação de que TSH e T3 estavam normais. Converse com seu médico sobre a possibilidade de dosar o T4 livre, antes de qualquer outra conduta, para averiguar se existe disfunção da glândula. 


Taxas Alteradas

Fiz exames de anti-tireoperoxidase (TPO) e anti-microssomal. Verifiquei que as taxas estão alteradas. Estou muito ansiosa, por isso decidi procurar auxílio. (Maria Teresa)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Infelizmente, a interpretação dos exames depende dos valores de normalidade, que variam de acordo com o método utilizado e que não foram relatados no e-mail. Também não foram relatados os resultados de T3 e T4, mas o nível baixo de TSH pode sugerir disfunção tireóidea. Procure seu médico para averiguar estes exames. 

Tamanho
Detectou-se que o tamanho da minha tireoide é de 76 cm³, sendo que há três anos era de 30 cm³. A dosagem hormonal está normal. Foi indicado esperar meio ano e repetir os exames. Mas ficaram algumas dúvidas. Qual seria o tamanho máximo da tireoide para que se evite a cirurgia? Existe algum tratamento para diminuir ou estacionar a tireoide? (Lydia)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Nesta situação, poderia ainda ser útil a averiguação da presença de queixas compressivas, exames comprovando compressão ou bócio mergulhante. Além disso, a indicação de punção aspirativa por agulha fina deve ser conversada com seu médico. De qualquer forma, o aumento ultrassonográfico relatado foi bastante expressivo: maior que 100% em três anos. Creio que o exame deveria ser repetido. Caso se confirme esta velocidade de crescimento, assim como este volume bastante grande, a possibilidade cirúrgica deve ser discutida com seu médico, uma vez que estes bócios grandes dificilmente regridem com medicamentos. Existem algumas possibilidades de tratamentos não cirúrgicos. Porém, estas, assim como seus resultados, dependem de uma série de outros fatores, os quais não foram aqui explicitados.

Referência
Meu endócrino solicitou exame, pois constatou que estou com problemas na tireoide (resultados Tiroxina livre - T4l; livre resultado 1,27; anti-Peroxidade resultado 25; hormônio tiroestimulante (TSH) resultado 1.41). Ainda não consegui agendar um retorno, mas será que está tudo normal? (Bernardete)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Quando os laboratórios liberam os resultados das dosagens hormonais, também costumam disponibilizar os valores de normalidade, ou referência, para aqueles exames. Sem os mesmos, fica difícil uma avaliação mais precisa.   

Dúvida
Fiz um exame de T4 total e TSH ultra sensível. O resultado do T3 ficou alto; o T4 ficou normal e o TSH ficou baixo. Gostaria de saber se tenho hipertiroidismo ou hipotiroidismo, e se os sintomas incluem engordar, já que engordo com muita facilidade. Eu estou tomando medicamento há uma semana, receitado pelo médico. (Aline)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Talvez haja algum engano, pois os exames fornecidos sugerem hipertireoidismo por T3, enquanto que o tratamento com levotiroxina costuma ser indicado para o hipotireoidismo. É importante saber se algum medicamento estava sendo utilizado quando da coleta do sangue. A levotiroxina estava sendo tomada quando os exames foram coletados?  Converse com seu endocrinologista sobre suas dúvidas.

Gostaria de saber quem deve acompanhar um caso de cancer da tireoide apos a tireoidectomia total, fora é claro os cirurgioes que as vezes acompanham, pois ja troquei inumeras vezes de medicos por varios motivos, um deles me encaminhou para o onco, que disse nao saber o que fazer, voltei no mesmo
endocrino que nao sabia interpretar um rx de torax sem laudo, nem quis ver, me sinto totalmente prejudicada, e gostaria de saber como é o procedimento de acompanhamento apos a cirurgia. (Viviane)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: A maioria dos casos de câncer de tireóide, após a cirurgia, deve ser acompanhada por endocrinologistas com experiência neste tipo de acompanhamento.

imprimaImprima     envieEnvie por Email       Compartilhe: Delicious Delicious  google Google

Tópicos Relacionados

Para Público perguntas respostas tireoide exames

Topo Volta  © 2010 Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia - SBEM