SBEM
Departamento de Tireóide

Departamento de Tireoide
da Sociedade Brasileira
de Endocrinologia e Metabologia

Destaques

Notícias

Nova Diretoria Assume em Janeiro

Durante o 31º CBEM, foram realizadas as eleições para a gestão 2015/2016 para a Diretoria da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), bem como seu Conselho Fiscal e Departamentos. À frente do Departamento de Tireoide estará a Dra. Gisah Amaral (foto). Confira os outros integrantes da chapa.

Leia Mais

10 Coisas Sobre Tireoide

Com forma bem parecida com a de uma borboleta, a glândula tireoide é localizada na parte anterior do pescoço. Quando ela não funciona de maneira correta, pode liberar hormônios em quantidade insuficiente, causando o hipotireoidismo,  ou em excesso, ocasionando o hipertireoidismo. Confira as 10 coisas que você precisa saber sobre tireoide.

Leia Mais

Tireoide no CBEM 2014

A trigésima primeira edição do Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia aconteceu em Curitiba (PR), entre os dias 5 e 9 de setembro. O CBEM 2014 reuniu 4 mil participantes. Na ocasião, houve, ainda, a eleição para a Diretoria da SBEM, Conselho Fiscal e Departamentos para a gestão 2015/2016.

Leia Mais

Os Atletas e as DisfunçõesTireoidianas

Em ano de Copa do Mundo os olhares de diversas pessoas no planeta estão voltados para diversos jogadores em nosso país. Contudo, bate a dúvida: será que atetlas com disfunções tireoidianas podem participar de competições? O Dr. Mario Vaisman fala sobre o assunto e revela alguns mitos. Confira o vídeo. 

Leia Mais

Notícias

Resultados do Dia Internacional da Tireoide

Este ano, o Departamento de Tireoide da SBEM organizou uma importante campanha pelo Dia Internacional da Tireoide. O trabalho foi realizado nos meses de abril e maio. Veja alguns resultados alcançados.

Leia Mais

Eventos

<      >

Para Público

04/05/2011 Perguntas e Respostas: Alimentação

Dieta para quem tem cisto 
Quem tem cisto na tireóide deve se alimentar de que? (Cleidi)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto
: Na realidade, para quem tem problema específico de cisto tireoidiano, em geral, não há a necessidade de qualquer restrição alimentar. O ideal é uma dieta balanceada em carbohidratos, gorduras, proteínas, minerais e vitaminas. Alguns exames e tratamentos direcionados à tireóide é que podem necessitar de uma dieta para preparo, a qual deve ser seguida apenas durante o referido preparo. Contudo, nestes casos, os laboratórios fornecem a orientação adequada.

Cerveja e levotiroxina
Gostaria de saber se posso tomar cerveja, fazendo o tratamento com levotiroxina sódica. (Márcia)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: A levotiroxina deve ser ingerida em jejum, com água, cerca de 30 a 60 minutos antes do café da manhã. Vários medicamentos podem interferir com sua absorção e o médico deverá ser consultado para adequar os horários destes, em função da tomada da levotiroxina. A ingestão social e ocasional de bebidas alcoólicas, desde que respeitadas as orientações da tomada do medicamento, não é contra-indicada pelo uso da levotiroxina.

Dieta
Tenho uma tia que não tem o lobo esquerdo e tinha cisto no lobo direito. Ela tem hipotireodismo. O  endrocrinologista passou três tipos de remédio e uma dieta radical. Ela tem colesterol alto e nervosismo. No entanto, é magra e sua alimentação não é pesada. Se fizer essa dieta, vai emagrecer muito. Os alimentos que o médico passou não suprem a necessidade do organismo, então ela passa fome. E é muito triste. Essa dieta é contínua ou ela tem que seguir para poder fazer outros exames? (Railane)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Em geral, quem tem níveis séricos elevados de colesterol precisa seguir uma dieta constantemente e não apenas para fazer exames. Contudo, se a paciente é magra, a dieta não precisa ser muito restritiva. Em geral, não há grande perda de peso apenas com uma dieta hipocolesterolêmica.

Restrições Alimentares
É verdade que quem faz uso de levotiroxina sódica não pode consumir linhaça, cereais e fibras, de um modo geral? (Eleonora)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Alguns estudos têm demonstrado que a absorção de levotiroxina poderia ser prejudicada pela ingestão de suplementos de fibras. Porém, não fica claro, nestes estudos, o momento da ingestão destas fibras em relação à ingestão do medicamento. De qualquer forma, existem evidências de que ingerir fibras, juntamente com o a levotiroxina, diminui sua absorção intestinal. Assim, as recomendações sobre a forma e horário de tomada dos comprimidos de levotiroxina devem ser sempre seguidas (em jejum, com água, pelo menos 30 a 60 minutos antes do café da manhã, e com quatro horas de intervalo com medicamentos que interfiram com sua absorção). Deve ser ressaltado que uma dieta balanceada deve ser seguida, sem excessos.

Soja
Ouvi dizer que pacientes com hipotireoidismo não devem consumir soja e derivados. Existe alguma verdade nisso? Por favor me esclareçam. (Carolina)
 

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: Alguns estudos sugerem que os derivados da soja poderiam alterar a função tireóidea, particularmente em pacientes com baixa ingestão de iodo. Outros ainda citam que a absorção de levotiroxina poderia ser prejudicada pela soja. Porém, até o momento, não existem contra-indicações absolutas ao consumo de soja e derivados por pacientes portadores de hipotireoidismo. Uma dieta balanceada deve ser seguida, sem excessos. Além disso, as recomendações sobre a forma e horário de tomada dos comprimidos de levotiroxina devem ser sempre seguidas (em jejum, com água, pelo menos 30 a 60 minutos antes do café da manhã, e com quatro horas de intervalo com medicamentos que interfiram com sua absorção).


Absorção
Boa tarde. Tenho uma dúvida: tenho tireoidite de Hashimoto e faço acompanhamento com nutricionista. Gostaria de saber se há algum alimento que influencia na absorção da levotiroxina. E se existem alimentos que podem me ajudar a absorver esse hormônio. (Marilusa)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto
: Até o momento, não existem evidências científicas suficientes sobre nutrientes que ajudem na absorção da levotiroxina. O que existe sim, em relação a este assunto, é que grande parte dos alimentos e medicamentos pode diminuir a absorção da mesma. Desta forma, a recomendação é que a levotiroxina deva ser ingerida em jejum, com água, pelo menos de 30 a 60 minutos antes do café da manhã, e com quatro horas de intervalo com medicamentos que interfiram na sua absorção.


Alimentos Indicados
Por favor, quais alimentos deverão ser favoráveis para quem tem tireoide?
Muito obrigada pela atenção, espero merecer resposta. Bom dia. (Maria Aparecida)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto
: Na realidade, embora existam vários alimentos com substâncias relacionadas ao metabolismo da glândula tireóide, apenas se tornam pontos importantes em condições clínicas muito específicas, tais como, por exemplo, previamente a realização de determinados exames ou tratamentos. Ou ainda na vigência de uma doença tireoidiana muito peculiar. Na maioria dos casos, mesmo que haja uma doença tireoidiana presente, uma dieta balanceada, com as quantidades normais de todos os nutrientes, não costuma interferir de forma significativa na função da glândula.


Alimentos e Tratamento
Eu gostaria que me tirassem uma dúvida. Quais os alimentos permitidos, e os proibidos para quem tem tireóide? Obrigada. (Claudia)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto
: Embora certos alimentos, quando ingeridos em excesso e por longos períodos, possam interferir com o metabolismo da tireóide, sua proibição não é usual para quem tem problemas com a glândula. Apenas em situações especiais, como antes da realização de alguns exames ou tratamentos específicos, é que uma dieta direcionada é orientada. No geral, o ideal é que se mantenha uma alimentação saudável e balanceada em todos os nutrientes.

Obesidade
Dra gostaria de saber se eu tomar o medicamento levotiroxina de 25mcg vai me engordar? (Elzi)

Resposta da Dra. Glaucia Mazeto: O uso da levotiroxina não costuma ser associado ao ganho de peso. A levotiroxina é indicada nos casos de hipotireoidismo franco, ou seja, com níveis de TSH acima e de T4-livre abaixo dos valores de referência (normalidade). Está indicado ainda em alguns casos específicos de hipotireoidismo subclínico, ou seja, quando o nível de TSH está elevado mas o de T4-livre está ainda normal. O resultado do T4-livre e os níveis de normalidade para o TSH, neste caso, não foram fornecidos. Porém, pelo resultado de TSH, poderia tratar-se de hipotireoidismo subclínico. A necessidade ou não de tratamento do hipotireoidismo subclínico é avaliada pelo médico assistente, com base na confirmação do quadro, com repetição dos exames; e na presença de sinais ou sintomas ou ainda de doenças ou determinadas condições associadas. Converse com seu médico assistente sobre suas dúvidas e sobre a necessidade que tem de esclarecê-las.

imprimaImprima     envieEnvie por Email       Compartilhe: Delicious Delicious  google Google

Tópicos Relacionados

Para Público perguntas respostas tireoide alimentação

Topo Volta  © 2010 Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia - SBEM